Fintechs e a segurança da informação: entenda a importância

Fintechs e a segurança da informação
TOPdesk Brasil

TOPdesk Brasil

Já comentamos anteriormente sobre a importância da segurança da informação. Afinal, não é de hoje que existem ataques cibernéticos. Contudo, qual a relação entre Fintechs e a segurança da informação?

Primeiramente, vale ressaltar que com a implementação da LGPD as exigências quanto a seguridade, aumentaram. Somado a isso, houve um aumento significativo no número e grau de complexidade de ataques cibernéticos. Para te ajudar a lidar com os desafios que envolvem fintechs e a segurança da informação, preparamos o post a seguir em parceria com a UPX – especialista em soluções de proteção de redes e segurança da informação com alta performance e conectividade global.

Continue a leitura e veja como proteger sua empresa!

Relação entre fintechs e a segurança da informação

Em vigor desde 2018, a resolução nº 4.658 do BACEN estabelece que as instituições financeiras autorizadas devem implementar a política de segurança cibernética e procedimentos para contratação provedores de computação em cloud. Adicionalmente, a circular 3.909 do BACEN também estabelece normas referentes à segurança da informação aplicadas especificamente às instituições de pagamentos.

Com isso, bancos, cooperativas de crédito, instituições de pagamento e fintechs devem estabelecer uma política de segurança para que possam operar sem ter problemas regulatórios. Incidentes cibernéticos, inclusive, refletem na imagem e reputação da organização e suas finanças.

À medida que o trabalho online aumentava durante a pandemia, o crime cibernético também aumentava – os ataques de ransomware aumentaram 151% em 2021. O Global Cybersecurity Outlook do Fórum Econômico Mundial descobriu que havia uma média de 270 ataques cibernéticos por organização naquele ano, com cada violação cibernética bem-sucedida custando a uma empresa US$ 3,6 milhões.

Dito isso, é compreensível entender como a segurança da informação ganha uma importância especial quando falamos de fintechs. E não é para menos. Essas empresas lidam com informações pessoais dos usuários (como RG, CPF, comprovantes de endereço). Se violadas, podem abrir margem para golpes e crimes variados, além de altas multas para às instituições.

Big data: sua empresa está pronta para o universo de dados?

Como é a aplicação no setor financeiro

A realidade, de acordo com a UPX, é que apenas 2% das companhias brasileiras acreditam ter um sistema de segurança eficaz. A média global foi de 8%. Os dados são de um estudo feito pela consultoria global EY, intitulado Global Information Security Survey.

Ainda de acordo com a pesquisa da EY, 51% das companhias brasileiras investem até US$ 100 mil em segurança da informação. O número que é considerado baixo segundo especialistas deste ramo, e 10% sequer têm orçamento definido para as ações na área.

“O estudo destacou ainda que quanto mais tempo as organizações demoram para deixar seus sistemas de proteção robustos, maiores são os riscos e os investimentos.” 

Fintechs e a segurança da informação: quais cuidados adotar

A especialista em soluções de proteção de redes e segurança da informação com alta performance e conectividade global, elencou ações simples que corroboram para uma infraestrutura segura. Confira algumas dicas da UPX:

Criptografia

As soluções ajudam a proteger as trocas de informações da empresa, sejam elas internas ou externas.

Fechamento de bancos de dados

A adoção de ferramentas SaaS (Software as a Service) é vantajosa. Com os avanços da tecnologia cloud computing, hoje, sabe-se que a ferramenta na nuvem (SaaS), não apenas garante muitos benefícios, como também é uma solução segura.

Segregação de redes

De acordo com a UPX, a segregação de redes ajuda a garantir o acesso restrito a alguns serviços. Isso porque nem sempre a empresa disponibiliza uma estrutura física específica para os dados. Da mesma forma, manter todas as informações em uma mesma rede pode representar um alto risco. Aqui, reforçamos as vantagens de ferramentas SaaS.

TOPdesk: sua empresa segura

Aqui na TOPdesk, segurança é palavra-de-ordem. Porém, não é pauta recente. O TOPdesk é uma solução privacy by design, ou seja, que foi desenvolvida a partir de premissas de segurança. Com seguridade e soluções escaláveis que crescem junto com sua empresa, nossa equipe tem ajudado empresas em todo o mundo a melhorar sua gestão de serviços desde 1993. Possuímos seis locais de hospedagem. Em outras palavras, você pode escolher onde seus dados são armazenados: EUA, Canadá, Reino Unido, Holanda, Austrália e Brasil.

Se você ainda não sabe por onde começar quanto à segurança da sua empresa, entre em contato com a gente. Somos especialistas no assunto e você pode contar com o nosso suporte técnico especializado. Assim, sempre que surgirem necessidades você terá acesso ao nosso time de consultores. Eles o orientarão quanto a melhor atitude a ser tomada para solucionar seus problemas relacionados a tecnologia.

Saiba ainda mais sobre cibersegurança

Se você quer ficar ainda mais por dentro do universo de cibersegurança, preparamos um WEBINAR GRATUITO para ajudar você a driblar ataques e manter sua empresa segura. Inscreva-se já agora mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Teste nossa solução de Service Desk gratuitamente!

OU

Compartilhe este artigo!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on skype
Share on whatsapp

Artigos Relacionados:

ITSM

Por que adotar uma solução ITSM baseada em nuvem?

O ITSM baseado em nuvem ganha cada vez mais relevância no universo corporativo quando o assunto é melhorar a gestão da empresa. Saiba mais sobre os benefícios das soluções SaaS.